quinta-feira, 14 de junho de 2012

DOIS PESOS... DUAS MEDIDAS...

Quando o outro não faz, é preguiçoso.
Quando você não faz... Está muito ocupado.

Quando o outro fala, é intriga (ou fofoca).
Quando você fala... É crítica construtiva.

Quando o outro não vê os fatos, é um "cabeça dura".
Quando você o faz... Está sendo firme.

Quando o outro não cumprimenta, sem educação (ou é mascarado).
Quando você passa sem cumprimentar... É apenas distração.

Quando o outro fala sobre si mesmo, é egoísta.
Quando você fala... É porque precisa desabafar.

Quando o outro se esforça para ser agradável, tem uma segunda intenção. (puxa-saco)
Quando você age assim... É gentil.

Quando o outro encara os dois lados do problema, está sendo fraco.
Quando você o faz... Está sendo compreensivo.

Quando você passa esta mensagem para outras pessoas, é porque gosta dos amigos.
Quando o outro manda... É um desocupado.

Quando o outro faz alguma coisa sem ordem, está se excedendo.
Quando você faz... É iniciativa.

Quando o outro progride, foi apadrinhado, teve oportunidade, teve sorte.
Quando você progride... É fruto de muito trabalho.

Quando o outro luta por seus direitos, é teimoso.
Quando você o faz... É prova de caráter, de persistência.


PORTANTO: NÃO JULGE, PARA NÃO SER JULGADO!

domingo, 20 de maio de 2012

Rodízio MARGINAL GRILL

Domingo, 06-05, ás 13:00 hs, fomos à churrascaria Marginal Grill, que fica embaixo do estádio da Portuguesa. Ao entrar no salão, fomos encaminhados pela recepcionista a uma mesa redonda, próxima à entrada e ao buffet, deixei meus pertences à mesa com a minha família, e fui ao banheiro, o banheiro é pequeno mas limpo (não sei se pelo horário!). Foi só quando voltei para a mesa que o garçom veio tirar nossos pedidos de bebidas: uma coca e copo com gelo, e ela, um suco de laranja. Visto que a casa funciona no sistema de rodízio, seria mais prestativo e funcional se o garçom viesse logo enquando estávamos à mesa, na chegada, para perguntar das bebidas, afinal uma casa como esta, tira boa parte do seu lucro por conta das bebidas, visto que o rodízio já está "vendido". E quanto mais rápido elas forem servidas, mais rápido elas serão consumidas. Quanto mais o cliente beber, menos vai comer. Quando meu filho e namorada retornaram do buffet, fomos eu e minha esposa nos servir, e vi uma funcionaria terminando de montar, colocando ultimos pratos (pelo horário, acho que já deveria estar tudo montado e pronto), mas apesar disso o buffet estava bem servido. Incluindo: paella, e mais um réchaux só com Camarões. Que estavam ótimos! Quando sentei à mesa, o garçom chegou com as bebidas. O problema é que ele apenas "serviu" o meu refrigerante (esqueceu o copo com gelo), levando embora o suco da minha esposa, que trouxe de volta depois de "passear" pelas outras mesas. Na verdade, o problema vai além. Servir não é só colocar a garrafa na mesa e tirar a tampa, é: colocar o copo (com gelo, se o cliente assim o pediu) na mesa, pelo lado direito do cliente, abri-se a garrafa na bandeja, serve-se a bebida no copo, pelo menos até a metade do copo, e deposita-se a garrafa atrás do copo. Além disso, pela regras de etiqueta, deveria ter servido a dama (minha esposa) em primeiro! Depois tirou o pedido das bebidas do meu filho e namorada, se tivesse feito isso no ínicio, não teria que buscar as bebidas e servi-las em "parcelas". Durante a refeição pedimos várias bebidas, foram: 6 refrigerantes, 5 sucos e um coquetel de morango sem álcool, e em todas as vezes o garçom “serviu” do mesmo “jeito” e sem o copo com gelo! Começamos a comer o que nos servimos do buffet, terminado, tirei o prato de lado, e que o garçom logo veio retirar e trocar o prato sujo. Parabéns! Giramos o sinalizador para a cor verde que indica: estamos pronto para as carnes, e começaram a nos servir, depois de um bom tempinho que começamos a comer, passou um garçom com uma bandeja com: pasteis e batata frita, acho que ele deveria ter passado antes! Pois eu poderia ter começado a comer os pasteizinhos como entrada, o que pra casa seria bom, porque economicamente, seria mais vantajoso à casa (e “caberia” menos carne) mas agora já era tarde! Sugestão: poderiam ter servido antecipadamente como entrada, alguns petiscos, como: polenta frita, torresmo, linguiças, mandioca frita, bolinhos... e etc, somados aos pasteizinho e a batata frita. Vale sempre a pena investir numa boa variedade deste tipo de petisco num rodízio! A família inteira gosta, reduzindo assim o consumo dos alimentos mais caros. A casa tem uma boa variedade de carnes, mas nas mesas passavam sempre os mesmos cortes: fraldinha, alcatra e costela; os melhores cortes demoravam mais. A certa altura, minha esposa percebeu que não passavam com queijo bolinha assado, por sinal, não só ela, mas muita gente adora! Ela perguntou a um dos garçons, que ele fez uma cara de dúvida, mas depois de algum tempo, ele veio com um pratinho com quatro (4) bolinhas de queijo! Para quatro pessoas, achei pouco! Parecia que estavam racionando, mas ao menos ele atendeu ao pedido da minha mulher prontamente. Com o passar do tempo, mesmo com o sinalizador: verde, percebi que os garçons não vinham mais à mesa, pelo que eu senti, acho que foram treinados para passar na mesa por um certo tempo apenas. Erro. O cliente precisa gostar da casa, sentir-se bem atendido, para voltar. E isso inclui ser servido enquanto ele quer ser servido. No final, eu só queria algumas bananas à milanesa, mas foi bem difícil de consegui-las, depois de uns 15 minutos esperando o garçom passar, e nada! Pedi para o garçom que nos “servia” as bebidas para chamar o garçom “das bananas”, depois de mais uns 10 minutos o garçom das bebidas volta com um pratinho com quatro (4) pedaços de banana, não preciso explicar novamente fazendo referência à quantidade, não é? "Miguelar" comida num rodízio definitivamente não é agradável para o cliente. O correto seria o garçom das bebidas, pedir para o garçom das bananas passar à minha mesa, assim casa um poderia se servir da quantidade exata do seu desejo. Acho terrível uma casa agir assim... contando o que se serve para os clientes! Seria melhor se usassem mais a inteligência servindo as tais “entradinhas”, com custo menor, do que deixar o cliente insatisfeito! Dai meu filho pediu um Petit Gateau, que veio rápido e caprichado! Gozado, não? Tudo que foi cobrado à parte, vem rapidamente, assim como a conta, logicamente para podermos liberar a mesa para os próximos clientes que aguardavam na porta. Agilidade é sempre bom, mas não só quando convém à casa. O melhor da experiência inteira foi o serviço de valet do estacionamento que é gratuito e rápido. Foi o único que recebeu gorjeta.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Rodízio Japônes – Koto Sushi

Muito BOM! Dá pra melhorar um pouquinho... pra ficar Ótimo!


Pessoal, neste Domingo, 02/10, fui almoçar no Koto Sushi (mudou de nome... acho que agora é More Sushi), em Santana, zona Norte, Praça Força Expedicionária, e a minha impressão foi: Muito Bom!

Foi tranquilo fazer reserva.
Ao entrar no restaurante, as 13:15 horas, já fomos recepcionados e nos indicaram a mesa. O restaurante parece que foi reformado, e estava bem limpo.
Na frente do restaurante tem uma área aberta com mesas, ótimo para dias quentes! Mas infelizmente na área externa do restaurante ao lado, que estava fechado, haviam vários mendigos dormindo no local... que torna o uso destas mesas impossível!
Assim que nos acomodamos, o garçom Jarlan, nos atendeu prontamente, informamos que tínhamos voucher’s, e ele nos explicou o que o rodízio com os voucher’s nos dá direito! E começou a anotar os nossos pedidos. A bebida foi servida corretamente... antecipamente. Daí começaram a servir os pratos quentes de entrada, o harumaki e o guioza, estavam ótimos, tanto que repetimos, o shimeji... precisava puxar um pouco mais! O tempurá sequinho, agora o Yakissoba... foi o melhor que já provei num rodízio!!!! Porque normalmente num rodízio, os restaurantes não dão prioridade aos pratos quentes, pois o principal é o sushi, mas no Koto... estão de Parabéns pelo Yakissoba! Parabéns ao cozinheiro!!!!!!
A limpeza da mesa, perfeita! Sempre que terminávamos um prato... era imediatamente retirado, exatamente como deve ser num rodízio! O garçom sempre pronto e por perto! Pois todas às vezes que queríamos pedir algo mais... ele estava atento.
Depois começaram a servir os pratos frios: os sushis, e uma boa surpresa... o tamanho dos sushis... eram pequenos, na porção certa de um “bocado”, pois a pior coisa que tem num restaurante japonês, é quando os sushis são grandes... e você tem que morder no meio, porque não cabe na boca! O arroz dos sushis... também com grãos pequenos, mas no ponto certo. Só o salmão do nigirisushi que estava um pouco seco, deve ter sido fatiado cedo, e ficou na geladeira! A minha única queixa é da reposição, ou seja: quando pedimos para repetir o prato combinado de sushis... demorou!!!!!! Não acho legal quando um restaurante rodízio fica segurando os pratos de repetição para dar o “tempo da saciedade”, pois se optou por servir rodízio... não fica “miguelando”!!!
Ao pedir a conta, que também veio rápido! Fiquei surpreso novamente agora com a honestidade! Rara hoje em dia! Porque os meus vouchers eram de R$18,90 cada rodízio, e no dia que fomos o preço do rodízio era R$35,90 mas foi cobrado 10% de serviço sobre o valor de R$18,90... PARABÉNS! Porque normalmente nas casas “mal” administradas, cobram os 10% sobre o valor cheio do dia.

Em resumo: Recomendadíssimo!

domingo, 21 de agosto de 2011

Rodízio: Pizzaria Premiatto – “Cuidado, Fujam!”

Pizzaria Premiatto – “Cuidado, Fujam!”
Bairro Santana – R. Dr César

À 2 anos atrás, já havia visitado a casa... onde fui muito bem servido e atendido pelo ex-gerente: Jefferson, mas ao voltar no dia: 02.07.11, tive uma experiência muito ruim = Péssimo.
Comprei 7 voucher num site de compra coletiva, pois como já havia ido ao local antes, “achei” que estaria igual ou melhor! E que portanto levaria minha família: pai, mãe, tia, esposa, filho e sua namorada; para conhecer a casa! Mas me arrependi! O problema já começou para conseguir fazer uma reserva, porque nunca havia mesa disponível nos finais de semana! Somente após mandar um e-mail para o site, pedindo o cancelamento da compra, foi que a proprietária do estabelecimento me ligou e consegui agendar para um Sábado, 3 semanas depois!
No dia, ao chegar no local, informei que era uma reserva, e a garçonete não conseguia localizar a minha mesa! Normalmente nos restaurantes, a recepcionista tem um livro com o nome da pessoa e o nº da mesa! Sim, pois nos restaurantes “normais” cada mesa tem um número, assim ela não precisava procurar o nome de mesa em mesa... parecia um Buffet! Eu mesmo comecei a procurar o meu nome de mesa em mesa, e encontrei a reserva! Ufa! Era só o que faltava, depois de esperar tanto... não ter a reserva! Ao sentarmos, percebi que a casa havia perdido a atenção com os detalhes, pois a mesa estava desarrumada, os pratos Não eram de louça, os talheres embalados como num fast-food, decoração cheia de pó, as paredes com marcas de mão, azeite não era de boa qualidade (apesar da lata ser de um azeite com nome), guardanapos de papel muito ruim e em pouca quantidade para uma mesa de 8 lugares... e uma música ao vivo Altíssima (que impedia uma conversa civilizada das pessoas na mesa), e infelizmente o cantor também não era de “boa qualidade”! (a melhor parte da música, foi quando deu pane no som, e ficamos uns 20 minutos sem som! Que Alívio e Alegria! Mas durou pouco!)
A garçonete tirou o pedido das bebidas e antes das bebidas serem servidas, começaram a servir as pizzas. (1º - falta de etiqueta; 2º - comercialmente para um rodízio, é melhor servir a bebida antes). As pizzas onde o recheio passava longe... era só uma vaga lembrança do sabor! Ou seja: constrangimento total perante meus convidados! Quando serviram as bebidas... eu havia pedido um copo só com gelo, veio: gelo e limão! E a garçonete não abria as bebidas e nem servia a bebida no copo, deixou tudo encima da mesa! Era fast-food mesmo! E para tirar os copos sujos da mesa, a garçonete colocava os dedos dentro do copo! (Que falta de preparo e higiene)
Lá pela 3ª rodada, na nossa mesa, as pizzas pararam de passar!!! Será que o pizzaiolo saiu para jantar!?!?! Isso levou uns 30 minutos pras pizzas voltarem a circular! Ou seja: deve ter sido “alguma estratégia” comercial para passar a fome de todos. E que funcionou pois algumas mesas foram embora! Não tiveram a paciência!
Na mesa do corredor, onde só havia mesas para 2 pessoas... deu pena! Pois pizza que é bom... nada! Na mesa de um dos casais deste corredor... acho que era rodízio de refrigerante! Pois na mesa tinha umas 8 latinhas de refrigerante! Ou seja: além de não servirem pizzas, ainda deixavam a mesa “suja” com as latinhas! Porque não tirar as latas vazias?
Numa outra mesa, que estava do nosso lado... onde eram um casal com uma filha (maior), que chegaram depois de nós... mas pediram a conta antes... pois o Senhor já havia perdido a paciência e a fome!
Ao pedir a conta... me “convidaram” a ir até o caixa! Ueh! A conta não vem até a mesa! Que estranho! Mas logo descobri porquê! Para minha surpresa e indignação, pois além de já ter pago nos vouchers R$48,30, tiveram a corragem de cobrar mais R$76,83  pelas bebidas e 10% do serviço (que serviço!?!? Sim, sei que a taxa de serviço NÃO é obrigatório o pagamento, mas queria saber o que estava sendo cobrado... pois quanto eram estas bebidas!!!!), pedi para ver a conta... mas a caixa me disse que aparece somente na tela dela, não é impressa! Então pedi uma nota fiscal para ver a descriminação... mas só me deram uma nota fiscal manual com a descrição: “rodízio”!!! Ou seja: fui enganado! Portanto caros amigos... FUJAM!